Mais sobre as vinhas:

Impressões topográficas

The high terraces around Funchal

O terreno é, sem dúvida, difícil. O esforço sobrehumano necessário   é compensado por um vinho de excelente qualidade. Um número infindável de famílias cuidam maternalmente das suas vinhas : contributo essencial para a excelência do Vinho Madeira.

Terra Preciosa

A forma predominante de arroteamento do terreno na Madeira são os terraços (poios). Foram precisos 500 ardúos anos de trabalho para transformar o terreno de modo  a tirar o máximo rendimento possível para cultivo. É extremamente difícil de encontrar um pedaço de terra aproveitável com mais de cem metros de extensão e a utilização de máquinas agrícolas nestes terraços esculpidos nas falésias e encostas está absolutamente fora de questão. O madeirense tem que ter uma força muscular quase hercúlea para o desbravamento e a agricultura. Muitos terraços são acessíveis apenas aos mais corpulentos, pois a utilização de força animal nem sempre é possível dada  a inclinação do terreno.

Tanto no norte como no sul da Ilha, as vinhas são plantadas em terraços escavados de forma a acompanhar a inclinação das encostas, posicionados de maneira a aproveitar ao máximo a exposição ao sol e distanciados o suficiente para permitir a plantação de outras culturas.
As vinhas são plantadas a uma profundidade específica consoante o tipo de terreno, mas sempre de forma a que as raízes tenham humidade suficiente e  estejaam protegidas do calor do sol. No  fundo do buraco são colocadas pedras para que a terra se mantenha solta.
Cada pé de vinha deve distanciar do outro cerca de 2 1/2 metros, e estar perto dos canais de irrigação (levadas),  pois a rega na Madeira é outra situação crítica.
Nas regiões mais frias da costa norte, as vinhas nunca são plantadas a uma altitude superior a 400 metros, e as vinhas produzem diferentes tipos de uvas que são cuidadosamente enxertadas com as que crescem na costa sul, de maneira a obter um produto final que mantenha o nível de qualidade mundialmente conhecida do Vinho Madeira.

Curiosidades:

  • A Madeira tem cerca de 1850 hectares  (cerca  de 4600 acres) de vinhas.
  • O Porto Santo tem apenas 80 hectares (200 acres)
  • Existem 4 500 pessoas dedicadas à viticultura.
  • 1 800 culturas de vinho estão situadas apenas na área de Câmara de Lobos.
  • 500 nas proximidades da cidade do Funchal.
  • Presentemente, aproximadamente 550  hectares da Ilha são áreas 100% activas na produção de Vinho Madeira.

Aqui podemos ver a topografia da  vila da  Ribeira da  Janela nos anos 60 deste século. Hoje em dia,  devido à emigração massiva, muitos dos terrenos de mais difícil acesso estão abandonados.

Ribeiro da Janela, cerca 1955

Volte ao topo

Vinhas

Minifúndios

 

Doenças

Mapa do Vinho

Página Príncipal

Rule

Copyright 1997 Bjelkaroy & Barbosa, Design by Limbo